GOR: Introdução e Características


GOR e BDSM apesar das semelhanças são duas culturas totalmente diferentes. Eu não sou Goreano, por isso pedi ajuda a uma amiga minha, Yar Anjo e também de “Master Christian”, que são praticantes, para me ajudar a explicar o que é GOR.

Por isso neste artigo vou transcrever uma apostila que Master Christian criou sobre a filosofia GOR. Por ser extenso, dividirei cada capítulo em um novo artigo, para melhor organização. Peço licença para o Master Christian para disponibilizar a sua apostila para download neste site.

GOR

“Que aqueles que conseguem escalar montanhas as escalem, e que aqueles que não conseguem se consolem negando que elas existam.”

(JOHN NORMAN)

INTRODUÇÃO

A filosofia goreana se originou de um conjunto de 26 livros, conhecidos como “Crônicas da contra terra”, escritos pelo professor John F Lange, professor de filosofia do Queens College em Nova York sob o pseudônimo de John Norman.
Nesta obra, através de um enredo de ficção científico-fantástica, ele propõe um mundo onde os homens serem dominadores e as mulheres submissas é a forma natural de vida.
Como qualquer literatura filosófica a obra de J. Norman permite leituras diversas em seus detalhes mas existe um núcleo básico que quaisquer formas de filosofia ou prática Goreanas devem tem em comum.
Assim, a filosofia goreana esta baseada em duas premissas básicas, sem as quais não se pode ser goreano:
Existe um papel natural destinado a cada gênero, o papel natural do homem é o de dominador e o papel natural da mulher é o de submissa.
Cada um deve ser sincero com a sua própria natureza individual e ocupar o seu lugar de acordo com as suas competências e habilidades reais.
A forma mais importante das práticas goreanas do ponto de vista do BDSM é o que se chama de lifestyle, isso é, o estilo de vida goreano.

ALGUMAS CARACTERISTICAS DO LIFESTYLE GOREANO

Uma escrava goreana (a escrava goreana é chamada de kajira) é uma posse do seu mestre, mas em geral não será tratada como lixo. Não será sujeita a, por exemplo, lamber a sola das botas do seu Senhor. A kajira é um bem, negociável até, mas precioso. Um Mestre goreano não irá estragar sua posse ou deixar que outro o faça.
O objetivo da kajira é o bem estar do seu Dono. E ela deve viver para prover tal bem estar.
A kajira não tem direitos (O seu único direito, na terra, é deixar de sê-lo).
Os Mestres Goreanos tem o direito de terem mais de uma kajira, e não é dado às kajiras não aceitarem isso.
Na prática gorena não existem os contratos como se fazem no BDSM porque as regras do goreanismo já estão bem definidas.

O Mestre é soberano em suas decisões no que tange a sua própria casa e as suas kajiras.

Em Gor não existe contrato (exeto o da “ self contract limited slave” descrita entre os tipos de kajiras), as obrigações da kajira estão muito bem definidos assim como os deveres do Master.
Não há limites, mas há a o dever do Master de cuidar da sua kajira como bem, mas como bem precioso. Desta forma no estilo de vida Goreano os contratos e limites são substituídos por sabedoria, bom senso e responsabilidade.
Dado isso cabe ao Master conhecer cada kajira individualmente e lidar com seus anseios e medos individualmente, assim, cada kajira terá limiares diferentes sim, não por imposição mas por cuidado.
Finalmente, caso tudo mais falhe existe sempre o direito inalienável da kajira de entregar a coleira a qualquer tempo.

Os deveres de um Mestre com relação à filosofia goreana envolve principalmente aspectos relacionados a princípios, entre estes pode-se citar:
-Honra, integridade.
-Coerência entre suas palavras e atos.
-Coragem e forca para manter os princípios nos quais acredita.
-Domínio próprio.
-Desejo de auto desenvolvimento e maturidade para usar seu conhecimento.
-Coragem para assumir os próprios sentimentos e fraquezas.
-Força para seguir com sua missão apesar de seus sentimentos e fraquezas.
-Força para assumir a sua própria essência, mesmo inserido em uma cultura que se opõe a tal natureza.
-Compromisso com a disseminação da cultura goreana com sabedoria mas sem permitir que os seus princípios sejam distorcidos.
A esses eu acrescentaria mais dois:
Dever de estudar e se desenvolver sempre, a filosofia goreana é complexa e quanto mais se lê, se estuda e se medita nela mais se descobrem conceitos e detalhes por aprender, assim o Master Goreano deve estar comprometido com o seu desenvolvimento tanto quanto espera isso de suas kajiras.
O dever de buscar ser sábio, prudente e equilibrado, de não ter medo de buscar auxilio e conselho para tomar sua decisões de forma mais correta possível.
Finalmente é importante lembrar que o Master Goreano erra tanto como qualquer outro ser humano, na verdade ele provavelmente irá errar mais visto que toma mais decisões que a maioria uma vez que tem uma autoridade igualmente maior, assim estas orientações devem servir de apoio para os Masters e não ser utilizadas como uma forma de agredi-lo.

Eu encontrei Gor antes do BDSM entrar na minha vida então não sei quais mudanças de devem a Gor e quais se devem ao BDSM.
Depois de me tornar Goreano eu me reencontrei comigo mesmo em muitas áreas da vida, meus objetivos ficaram mais claros, fiz uma grande revisão dos meus projetos e obtive uma perspectiva de vida nova. Muitos sentimentos e desejos que estavam esquecidos ressurgiram como nova força e hoje me sinto uns 15 anos mais jovem.
Conciliar Gor com a minha vida pessoal foi fácil porque entramos juntos eu e a tavi(minha esposa), desta forma não houve problemas neste sentido.
Mas eu não vejo que a filosofia goreana seja difícil de compatibilizar com a vida pessoal porque, ela diz muito mais respeito ao modo como encaramos nossas questões pessoais, a nossa própria

verdade, nossos sentimentos e a nossa visão de mundo do que a respeito dos nossos fetiches.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s