Artistas Famosos e Pervetidos


Interessante saber que gente famosa também é pervertida. Principalmente daqueles que nem imaginávamos que fossem. Veja alguns exemplos:

 

Joe Shuster, co-criador do Superman

Sim, ele era um fanático por bondage. Ele chegou a fazer diversos comics de bondage, até que a Suprema Corte Americana baniu por achar muito forte. O produtor foi preso. Shuster só não foi preso na época não se sabia quem tinha feito as histórias. Só recentemente foi descoberto em uma loja de gibis por meio de um historiador.

As historias eram vendidas “por baixo dos panos” e tinham cenas como spanking, içamento, e muitos desenhos pareciam retratar a vida intima do Sr. e Sra. Kent. Até Lex Luthor apareceu nestes contos eróticos.

 

Agora, por que ele também ganhava a vida fazendo contos de bondage? Bem, de acordo com a nossa fonte, na época a DC pagou somente US$ 130 pelos direitos do Superman. Acho que agora faz mais sentido. 😛

 

Gene Roddenberry, criador original da série Star Trek.


Pois é… Além dele criar a série original de Jornada nas Estrelas ele também digiriu alguns filmes pornográficos, como Pretty Maids all in a Row, uma produção sobre um professor de ginástica que transa com as garotas do colégio.

Curiosamente este filme estrelou um dos que estrelaram a série Star Trek (infelizmente não era nem Kirk e nem Spock; ou Kirk E Spock). Mas sim, Scotty que era um ajudante de detetive no filme.

Dan DeCarlo, criador de Archies, Josie e as Gatinhas e Sabrina a Bruxa Adolescente.

Ele desenhou Archie por quase 50 anos. E criou outras historias conhecidas, mas pouco ficou conhecido por desenhar grandes seios. Ele que desenhou diversos pin-ups para uma revista feminina chamada humorama. Poucos delas tinha nudez, mas praticamente são Betty e Veronica com perucas. 😛

 

Apesar de ter fins humorísticos, não parece ser bem isso o intuito das ilustrações. E apesar disso a editora era bem rígida com os bons costumes e até fazia versões de quadrinhos para critãos. E apenas mais uma curiosidade, algumas legendas das figuras foram escritar pelo até então pré-Spiderman, Stan Lee.

Curt Swan, Artista de Superman

Sim, o superman aparece de novo mais sob o lápis de Curt Swan, artista que desenhou o Superman por mais de trinta anos. A probabilidade de você pegar um gibi da década de 50 até a decada de 80 ter sido desenhado por Curt Swan é enorme. E poucos sabem que ele desenhou o Superman e a Lois Lane transando; a pedido da Penthouse. Isso só é mais chocante pois na época do Shuster o Superman ainda não era conhecido como o homem bonzinho que conhecemos.

Na década de 90 Swan foi afastado da DC por considerar seu desenho desatualizado. Nisso ele teve problemas financeiros, mas acabou sendo contratado novamente pela Penthouse para escrever um artigo: “Man of Steel, Woman of Kleenex,” que basicamente explicava de forma lógica por que o Superman não poderia fazer sexo com Lois Lane. Pois ele quebraria os ossos dela ao segura-la, rasgaria a virilha dela, etc… E explica que ele teria frustração sexual e que para compensar isso ele bisbilhotaria as garotas com sua visão raio-x.

Gore Vidal, Autor e diretor de teatro e filmes.

Pouco conhecido, mas durante sua carreira ele criou diversas novelas, peças e filmes. Sendo também comentarista político e até funcionário publico. Mas ele também foi diretor de Calígula, de 1979, da Penthouse. Apesar dele ter escrito diversos roteiros para a Penthouse, Calígula foi o primeira grande filme com budget considerável, desde que tivesse grandes cenas de sexo e nudez. E o cast de atores incluiu Malcolm McDowell, Peter O’Toole e Dame Helen Mirren.

 

Square Enix, produtora de Final Fantasy, Dragon Quest e outros.

Na verdade a história trata da produtora Enix antes de se juntar a Square. Este, produziu um monte de jogos pornográficos para PC. Tudo começou em 1982 quando ela lançou um concurso de desenvolvedores o qual ela iria produzir o jogo que ganhasse sua atenção. Um deles foi Guest Mariko Hashimoto.

Neste jogo você é uma mão que tem que proteger a Mariko Hashimoto. Você tem que pretegê-la de facas que são atiradas em sua direção, que a carrega até próximo de baterias de alta tensão cercadas de bombas (o que??). Se você falhar, ela morre. Se você vencer, ela tira a roupa. 90% do jogo é mostrado a mesma imagem com alguma alteração na roupa. Só não é pior que outro jogo da empresa: Lolita Syndrome, que a ilegalidade do nome mostra bem como era o jogo, que era tirar a roupa da garota amarrada da forma mais sádica. No começo do jogo você pode escolhar uma das cinco portas, em cada uma delas uma garota amarrada sendo que um dos jogos é atirar facas até a garota tirar a roupa. Que passado negro, não?


 


 

 

Fonte: Cracked

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s